cosméticos
Comportamento / Curiosidades

Principais segmentos de varejo no Brasil: conheça a história do mercado cosmético

Saiba mais sobre o atual contexto econômico do país e entenda mais a fundo o momento que o mercado de beleza e cosméticos está passando.

O varejo no Brasil encerrou 2019 com o pé direito, ostentando um fechamento de semestre de dar orgulho. Para se ter ideia, o mês de setembro registrou o melhor resultado para o mês em 10 anos, e o terceiro trimestre se despediu com uma alta de 1,6% das vendas sobre os três meses anteriores.

Veja também:

E já que o assunto é o varejo no Brasil, você sabe quais são os setores que mais crescem no país? Não? Então, continue lendo, pois, esse é o tema de hoje.

Lojas de produtos naturais

A busca por uma alimentação saudável, com menor número de aditivos químicos e menos ingredientes sintéticos em sua composição, é uma tendência que cresce mais a cada dia. Para se ter ideia, esse segmento brasileiro é o quarto maior do mundo e estima-se que os números só melhorem daqui para frente.

De acordo com a consultoria Euromonitor, o mercado nacional de alimentação ligada à saúde e ao bem-estar cresceu 98% entre 2009 e 2014 e hoje movimenta cerca de US$ 35 bilhões (ou R$ 140 bilhões) anualmente. 

Afinal, quase 1/3 da população afirma se preocupar em manter uma alimentação saudável, o que representa um número otimista o suficiente para despertar o interesse de empresários e investidores.

Pet Shops

O Brasil ocupa o quarto lugar em população total de animais de estimação e conquistou recentemente o posto de segundo maior mercado pet do mundo, ultrapassando o Reino Unido pela primeira vez. 

Para se ter ideia do quanto esse segmento de varejo é lucrativo, o faturamento gerado pela comercialização de produtos pet foi de R$ 20 bilhões em 2018, o que representa 9,8% a mais do que o ano anterior. 

E apesar de boa parte desse faturamento, cerca de 70%, ainda ser composta por gastos com a alimentação dos bichinhos, especialistas apontam uma tendência de crescimento cada vez maior de nichos relacionados ao bem-estar e qualidade de vida do animal. 

Hotéis e creches para animais de estimação e serviços como acupuntura, fisioterapia e até cromoterapia têm feito sucesso com os donos de bichinhos do mundo todo, e hoje são boas opções de negócios para quem deseja investir nesse mercado.

Moda e acessórios

Apesar de, no Brasil, o segmento de moda não ser tão expressivo quando comparado a outras potências mundiais, as expectativas para os próximos anos seguem otimistas. 

Segundo Marcelo Prado, diretor titular adjunto do Comitê da Cadeia Produtiva da Indústria Têxtil, Confecção e Vestuário da Fiesp (Comtextil), até 2021 a estimativa é de crescimento acumulado de 13% do mercado de moda no Brasil, com média de 3,1% ao ano, o que pode levar a recorde de produção, de 6,68 bilhões de peças – ótima notícia para quem busca uma oportunidade para investir.  

Dentro do segmento de moda e acessórios está o mercado de bijuterias e semijoias, um dos que mais crescem no país. De acordo com os dados divulgados pelo McKinsey Global Institute, no Brasil é possível que existam 3 mil empresas de semijoias e bijuterias. 

Juntas, estima-se que elas alcancem um faturamento superior a R$ 600 milhões.

O sucesso todo tem uma explicação, afinal o Brasil é um dos 15 maiores produtores de joias em ouro no mundo. E do total de exportações de produtos folheados brasileiros, 70% vai para Alemanha, Canadá e Estados Unidos.

Cosméticos

O setor de cosméticos no Brasil nunca sai de moda. Prova disso é que esse é um dos mercados que mais cresce no país.

O grupo composto pelos cosméticos, perfumes e produtos de higiene pessoal, chamados de “não-medicamentos” por especialistas, voltou a avançar de forma exponencial. Segundo levantamento da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), as 25 maiores varejistas do setor movimentaram R$ 4,7 bilhões entre janeiro e março de 2019. 

O que significa, em números, um aumento de 10,64% em relação ao mesmo período do ano passado.

Produtos preferidos dos brasileiros

Cosméticos
Cosméticos.

Sabendo que o público verde e amarelo é um dos que mais consome cosméticos no mundo, que tal entender um pouco sobre a preferência dessas pessoas? Veja a seguir uma lista contendo os produtos mais comprados pelos brasileiros, segundo dados da Euromonitor International:

  • Cremes hidratantes 
  • Espumas para barbear 
  • Produtos para cabelos crespos ou cacheados
  • Loções em geral 
  • Itens de cuidados com a barba (hidratantes, óleos, entre outros)

Além disso, o consumo de fragrâncias no Brasil também está sempre em destaque – 61% das pessoas usam algum tipo de perfume, isso inclui perfumes importados e nacionais. O clima tropical, quente na maioria do tempo, é um dos fatores que faz desse um produto muito consumido no país. 

Gostou de saber quais os principais e mais promissores segmentos de varejo do Brasil? Então, aproveite para compartilhar este conteúdo com quem você sabe que se interessa por esse tipo de assunto.






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *