Por que o peido fede?
Curiosidades

Por que o peido fede? Algumas curiosidades

Por que o peido fede? Muita gente se faz essa pergunta e as pessoas costumam lidar de maneira diferente com um pum. Enquanto alguns consideram natural e até acham graça, outros se sentem ofendidos e evitam tocar no assunto.

Na verdade, o flato, do latim flatus, significa sopro e é uma composição de gases altamente variável, expelida pelo ânus. Ele é constituído por parte do ar que engolimos, que é quase só nitrogênio e dióxido de carbono, pois o organismo absorve o oxigênio, e gases resultantes das reações químicas entre ácido estomacal, fluidos intestinais e e flora bacteriana. Ou seja, dióxido de carbono, hidrogênio e metano.

Veja também: 10 fenômenos naturais impressionantes em lindas imagens.

Mas por que o peido fede?

O odor dos peidos vem de pequenas quantidades de sulfeto de hidrogênio (gás sulfídrico) e enxofre livre na mistura. Quanto mais rica em enxofre for sua dieta, mais desses gases vão ser produzidos pelas bactérias no seu intestino e mais os seus peidos vão feder. Pratos como cebola, couve-flor e ovos são notórios por produzirem peidos fedidos.

peido

Outras curiosidades

Um pum faz barulho porque os sons são produzidos pela vibração da abertura anal. O som depende da velocidade da expulsão do gás e de quanto estreita for a abertura dos músculos do esfíncter anal.

Em média, uma pessoa produz cerca de um litro de peido por dia, distribuído em cerca de 14 peidos diários, dependendo de sua dieta.

O peido deveria cheirar tanto para quem o fez quanto para as pessoas que dele “desfrutam”. Mas quem fez leva vantagem pelo fato de que propeliu o ar para longe do seu corpo, numa direção oposta à do seu nariz. Peidar contra o vento anula essa vantagem.

—————————————-

Como você lida com o famoso pum? Sente-se desconfortável e tenta evitá-lo a qualquer custo? Solta em qualquer lugar? Deixe sua opinião nos comentários para que nossos leitores saibam como cada um reage.

 






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *