7 coisas que você não deve dizer se quiser manter seu relacionamento saudável


É interessante saber que muitas vezes as discussões são inevitáveis, e que brigas acontecem em todo relacionamento. Nessas horas é importante manter a calma e ter em mente a importância que o parceiro tem em sua vida. Afinal, coisas ditas em um momento de raiva podem colocar tudo a perder e talvez não seja possível voltar atrás.Terapeutas reuniram 7 frases que não devem ser ditas em momentos de raiva, principalmente para as pessoas que você mais aprecia, se não quiser estragar uma relação.

1. “Você nunca…” ou “você sempre…”

“Essas frases tudo-ou-nada costumam ser exageros e são usadas para ilustrar um ponto de vista ou provocar alguma reação emocional. Mas elas geralmente são imprecisas (‘você nunca me ouve!’) e podem fazer com que seu parceiro fique na defensiva. O resultado disso é que eles não vão captar a mensagem que você está tentando transmitir e, em vez disso, vão querer provar que você está errado. Isso vai levar a uma conversa circular, que não chega a lugar nenhum.

Em vez disso, seja específico e objetivo em relação a o que está te incomodando e comece as frases com “eu” e concentre-se nos fatos. Por exemplo: “Estou magoado e me senti desprezado ontem quanto pedi que você arrumasse suas coisas antes da chegada das visitas e você não fez nada. Da próxima vez que formos receber pessoas, gostaria que você me ajudasse”, explica Tara Griffith, terapeuta de casais e famílias e fundadora do Wellspace SF.

2. “Você está fazendo como sua mãe.”

“Ou irmão, amigo maluco, tio bêbado etc. Esse tipo de declaração desvia a conversa do que realmente importa e a transforma em assassinato de reputação. Eis a estratégia: se você estiver perdendo a discussão, mate o adversário. Sim, você pode estar fazendo como sua mãe, mas não é disso que estamos falando”, explica Winnifred M. Reilly, terapeuta de casais e famílias e autora de It Takes One to Tango.

3. “A gente conversa quando você estiver sendo racional.”

“Essa frase não é nada racional. O objetivo dela é machucar emocionalmente o outro, não pedir um tempo. Quando a conversa fica quente, um tempo para baixar o cortisol e a adrenalina (cerca de 20 minutos) é uma boa ideia. Identifique as causas químicas: “Estamos ficando muito exaltados – eu sei que eu estou. É culpa do maldito cortisol e adrenalina! Vamos esperar 20 minutos para conversar de forma respeitosa, como queremos e merecemos”, explica Steven Stosny, psicólogo e autor de Love Without Hurt.

4. “Acabou! Vou embora!”

“As palavras são importantes. Evite dizer coisas das quais vai se arrepender depois. Ameaçar ir embora é a coisa mais dura que você pode dizer para seu parceiro, especialmente se não for verdade. Uma coisa é querer um tempo para respirar e se acalmar. Outra é dizer: ‘Não te amo mais e vou embora’. Essas palavras machucam muito, e você jamais poderá retirar o que disse. Em vez de gritar, se acalme e tire um tempo para recuperar o equilíbrio. Prometa voltar num dia combinado”, explica Sheri Meyersterapeuta de casais e autora de Chatting or Cheating: How to Detect Infidelity, Rebuild Love and Affair-Proof Your Relationship.

5. “Você é um @#$%&!”

“Não há nada construtivo em xingamentos ou qualquer tipo de linguagem degradante. Esses insultos costumam ser usados para expressar raiva e fazem o outro se sentir mal, mas não vão resolver nenhum conflito. Pelo contrário: eles podem levar a contra-ataques, prejudicar ainda mais o relacionamento e te fazer se sentir culpado – além das emoções negativas que você já está sentindo. Tente se concentrar nas questões específicas ou em como as ações do outro te afetam, em vez de partir para o ataque”, explica Gina Delucca, psicóloga clínica do Wellspace SF.

6. “Você está fazendo tempestade em copo d’água”

“Dizer isso implica que a pessoa não tem motivo para ficar chateada. Na maior parte das vezes, essa frase vai ser mais gasolina no fogo. Quando estamos chateados, queremos ser ouvidos e compreendidos, não ouvir que estamos exagerando. Melhor perguntar: ‘Por que você está tão incomodado com isso?'”, questiona Reilly.

7. “De novo não! Você não consegue esquecer isso?”

“Tudo o que dê a entender que o ponto de vista do seu parceiro não é válido ou que a reação dele está errada, em geral dito na forma de ‘isso é ridículo’, ‘você está louco’, ‘calma, você está exagerando’ ou ‘lá vamos nós de novo’ (incluindo revirar os olhos e suspirar), na realidade significa dizer para o parceiro: ‘Tem alguma coisa errada com você, não respeito o que você tem a dizer e não estou a fim de ouvir, me comunicar ou mudar’.

Sim, brigar é estressante. E é totalmente compreensível que você queira evitar outra briga usando frases assim logo de cara. Mas elas são um jeito certeiro de piorar ainda mais a discussão. Mostre interesse. Reconheça o ponto de vista do outro, dizendo: ‘Me explique porque você está chateado e o que está sentindo. Quero entender. Vamos resolver juntos. Somos um time”, explica Meyers.

Com informações de HuffPost Brasil.

——————————————–

Achou o conteúdo útil? Comece a utilizar e compartilhe com quem você acha que deva saber.

Facebook Comments
Altair Fonseca
Publicitário, funcionário público, ilustrador e blogueiro. Altair é apaixonado por quadrinhos, artes, curiosidades e tudo de bom que pode ser apreciado. Acredita que conhecimento, troca de informações e experiências podem ajudar a construir um mundo melhor.

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você vai gostar:

Veja mais: Comportamento

Não perca: