Comportamento / Curiosidades / Saúde e Bem-Estar

Magreza de Tara Reid choca seguidores e abre debate sobre a anorexia

Comemorando o Valentine’s Day, Tara Reid compartilhou diversas fotos nas suas redes sociais em que aparece ao lado de buquês recebidos de seus admiradores. Apesar de tentar chamar a atenção para a quantidade de admiradores secretos, o que mais impactou em uma de suas fotos no Instagram foi sua magreza excessiva, que já vinha sendo reparada e preocupava seus fãs há algum tempo. 

Em um dos comentários que mais chamou a atenção, um seguidor implorou: “Coma algo. Sério. Você está péssima. Não é saudável”. Outro admirador enfatizou: “Tara, você é linda, mas coma, por favor” e “procure ajuda, por favor”, alertou mais um. As informações são da Revista Vogue. Confira a foto:

Tara Reid (Foto: Reprodução/Instagram)
Tara Reid (Foto: Reprodução/Instagram)

A atriz se notabilizou por interpretar Vicky na série de filmes American Pie, American Pie, American Pie 2 e American Pie: O Reencontro. Veja a foto a seguir para notar a impressionante mudança no corpo da loira. Antigamente ela era assim:

Tara-Reid-antes

 Embora a magreza da atriz possa ter vários motivos, muitos  seguidores e também a imprensa suspeitam de Anorexia, que segundo o Hospital Israelita A. Einstein, é um distúrbio alimentar que leva a pessoa a ter uma visão distorcida de seu corpo, que se torna uma obsessão por seu peso e aquilo que come.

Saiba mais sobre a Anorexia:

– O principal sintoma é tentar manter-se num peso abaixo do normal por meio de jejum ou da prática excessiva de exercícios físicos.
– O Tratamento médico pode ser necessário para voltar a ter o peso normal. A psicoterapia visa ajudar na recuperação da autoestima e estabilizar as mudanças de comportamento.
– No Brasil, são mais de 150 mil casos por ano.
– É uma doença crônica que pode durar anos ou até mesmo a vida inteira.
– Pode ser diagnosticada pela própria pessoa.
– Não requer exames de imagem ou laboratoriais.
Qualquer pessoa com os sintomas deve procurar um médico para as devidas orientações. Você possui algum conhecido com suspeita da doença? Já passou por isso? Deixe seu relato nos comentários.





Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *