inteligência emocional
Comportamento

Desenvolvendo a inteligência emocional com dicas práticas

Somos educados para esconder nossas emoções, já que a sociedade rotula as pessoas emocionais como fracas e descontroladas. Mas será que é positivo viver se anulando e escondendo seus reais sentimentos? Uma vida intelectualizada, mas sem emoção, traz felicidade? O artigo de hoje vem abordar esse tema na busca do equilíbrio que vem com a inteligência emocional bem aplicada.

Como desenvolver a inteligência emocional?

Para um maior aprofundamento no assunto, compartilhamos com você um vídeo do canal Eureka!, que nos permite analisar a inteligência emocional de maneira ampla e descomplicada. Assista:

Os 5 pilares da inteligência emocional

Inteligência emocional

Vamos aos 5 pilares:

1 – Conhecer as próprias emoções

O primeiro passo é se conhecer, analisar suas emoções e as ações que você faz em resposta aos estímulos. Essa é a chave da questão, mas esteja ciente de que a inteligência emocional é um processo gradual e que varia de pessoa para pessoa.

Não apresse as coisas, não se desespere. A nossa dica para você conhecer melhor as suas próprias emoções é colocar seus sentimentos e suas ações em um papel e, depois, refletir profundamente sobre isso.

2 – Controlar as emoções

Tenha em mente que todos nós passamos por momentos estressantes na vida, ou nos sentimos ansiosos por algum motivo. Aprender a lidar com as emoções e controlá-las te colocará na direção certa conforme cada situação, e fará toda a diferença entre o equilíbrio e a disfunção.

Você deve evitar pensar de imediato em um resultado negativo. Seja otimista, tente enxergar sempre o lado positivo das coisas e lembre-se que cada situação possui diversas saídas e oportunidades de crescimento.

E quando estiver sob pressão, a coisa mais importante é tentar manter a calma. Encontre uma distração, realize uma atividade prazerosa e canalize sua ansiedade.

3 – Automotivação

Lembre-se que pensar antes de tomar as decisões lhe trará diversos benefícios e evitará o conflito com os seus pares e o arrependimento de seus atos. Ao saber utilizar adequadamente suas emoções você chegará aos seus objetivos.

Nunca perca a esperança! Tudo é possível, desde que você corra atrás daquilo que quer de maneira consciente e sem passar por cima dos outros.

Você deve aprender a responder aos seus estímulos, um processo consciente que envolve analisar como se sente, para depois decidir como você quer se comportar para atingir suas metas.

Em contrapartida, temos o processo inconsciente de reagir, onde experimentamos um gatilho emocional e expressamos essa emoção de maneira instantânea, o que gera arrependimentos e desvios de nossas metas.

4 – Empatia

É importante aprender a se colocar no lugar do outro, reconhecer suas emoções e entender seus comportamentos. Isso nos torna mais sensíveis e abertos. Isso é empatia.

5 – Saber se relacionar interpessoalmente

Outro ponto chave para o sucesso é saber ter boas relações, guiando as emoções dos outros. Isso criará um ambiente positivo a sua volta, melhorando não só a sua qualidade de vida, mas também contagiando aqueles ao seu redor.

Curtiu o conteúdo? Deixe seu comentário no fim da página.

Autor

Católico Apostólico Romano, Publicitário, funcionário público, ilustrador e blogueiro. Apreciador de quadrinhos, artes e tudo o que pode transformar vidas para melhor. Acredita que fé em Deus, conhecimento, troca de informações e experiências podem ajudar a construir um novo mundo.

Comments

Ivania Maria Alexandre
2 de janeiro de 2020 at 13:25

Artigo muito útil. Parabéns



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *