Boa higiene capilar
Saúde e Bem-Estar

Entenda quais são os benefícios de uma boa higiene capilar e como fazê-la corretamente

Higiene capilar correta gera benefícios à saúde e estética dos fios. O conceito de higiene capilar é mais amplo do que apenas fazer a lavagem dos cabelos. Conheça as recomendações!

Muitas pessoas confundem a higiene capilar com simplesmente tomar banho e lavar os cabelos.

Apesar da lavagem ser o evento principal, existem alguns cuidados que fazem a diferença na qualidade da higienização dos fios.

Quais os benefícios de uma boa higiene capilar?

Antes de saber como fazer a higiene capilar corretamente, é preciso que as pessoas tenham consciência sobre a importância desse cuidado. Os benefícios incluem:

● evitar a proliferação de fungos e bactérias no couro cabeludo;

● manter o couro cabeludo limpo e saudável;

● evitar problemas que desencadeiam a queda de cabelo;

● evitar doenças de pele, como dermatite seborreica e eczema;

● reduzir sintomas incômodos, como coceira ou lesões no couro cabeludo;

● manter o comprimento do fio mais bonito, macio e sedoso.

Portanto, além das motivações estéticas, fatores de saúde também justificam a prática de uma boa higiene na rotina capilar.

Como fazer a higiene capilar corretamente?

Um primeiro aspecto a ser destacado é que nem sempre lavar diariamente os fios significa uma higiene capilar correta. Os cuidados com o cabelo são diversos, entenda a seguir.

Escolha produtos apropriados ao seu tipo de cabelo

É muito comum que, durante  as compras do mês para a família, não haja uma divisão de produtos capilares.

Contudo, é importante destacar que cada tipo de cabelo apresenta uma necessidade específica e que deve influenciar na escolha dos cosméticos.

Por exemplo, se uma pessoa com cabelo oleoso usar o xampu para cabelos secos, o produto não vai eliminar o excesso de sebo e sujeira, levando a uma higienização insuficiente ou superficial.

Portanto, a escolha do xampu deve ser realizada considerando o tipo de cabelo, seja ele seco, oleoso, normal ou quimicamente tratado (principalmente em caso de uso de descolorante e tintura).

Atente-se à frequência de lavagem

Nem sempre a lavagem diária é benéfica aos fios. No caso dos cabelos secos, por exemplo, ela deve ocorrer um dia sim, um dia não, para não remover excessivamente os óleos benéficos aos fios.

No caso de cabelos normais a lavagem diária pode ser necessária dependendo da frequência de atividades que possam gerar suor e de sintomas como caspa, coceira ou dor no couro cabeludo.

Já pessoas com cabelos oleosos podem sentir a necessidade de higienização todos os dias para remover o excesso de óleos e aspecto sujo dos cabelos.

Assim, a frequência de lavagem dos cabelos vai depender das características do fio, do couro cabeludo e de  fatores externos como a prática de exercícios físicos, suor excessivo, uso de cosméticos capilares (como leave-in, gel, finalizadores e outros), etc.

Cuide do couro cabeludo

A higienização do couro cabeludo não costuma ser feita com tanta atenção como a dos fios.

No entanto, ele é a essência da saúde e beleza capilar. A recomendação é que o xampu seja aplicado diretamente no couro cabeludo, onde deve ser espalhado com leve compressão e  massagem.

O comprimento do cabelo deve ser limpo pela espuma sobressalente, pois esse costuma ser menos oleoso do que a raiz, uma vez que o couro é o local onde o sebo é produzido.

Já na aplicação do condicionador, o raciocínio é o inverso. Como as pontas costumam ser mais ressecadas, é importante que o produto seja espalhado no comprimento dos fios primeiro e não no couro cabeludo, onde pode causar a obstrução dos poros e aumento da oleosidade.

Não deixe resíduos de condicionador no cabelo

Uma confusão comum é pensar que ao deixar “só um pouquinho” de condicionador no cabelo se está beneficiando a hidratação capilar. Essa ideia é equivocada e, na verdade, pode prejudicar e enfraquecer os fios.

O condicionador é um produto desenvolvido para ficar pouco tempo nos fios.

Ele contém substâncias em sua composição que não devem ser mantidas por longos períodos no cabelo. Dessa forma, é essencial removê-lo completamente.

Caso identifique que os fios estão precisando de hidratação a recomendação é investir em uma máscara capilar, por exemplo, que favorece a absorção de água dos fios e pode ser mantida por mais tempo.

Se o objetivo for facilitar o pentear, recomenda-se remover todo o condicionador e aplicar um leave-in antes de pentear, dando preferência para pentes com dentes largos e movimentos das pontas em direção à raiz.

Não deixe os fios molhados

A higienização capilar também pode ser prejudicada se os cabelos ficarem molhados por muito tempo após a lavagem, favorecendo a proliferação de fungos, por exemplo.

Recomenda-se deixar os fios secarem naturalmente, evitando, por exemplo, molhá-los antes de dormir ou prendê-los logo após o banho. 

Caso o dia esteja frio, recomenda-se usar o secador, desde que tomando os cuidados apropriados no manuseio.

A higiene capilar depende, portanto, de diferentes elementos rotineiros e também de boas escolhas quanto aos produtos usados e a frequência de lavagem.

Além da higiene capilar, outros fatores também influenciam a saúde dos fios, como uma alimentação balanceada e nutritiva, um consumo adequado de água, redução do estresse e ansiedade, cuidado com o consumo de medicamentos e acompanhamento com um médico especialista em cabelos em caso de anormalidades, como queda e dermatites.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *