vassoura-de-pé
Sem categoria

A explicação científica para a brincadeira da vassoura que permanece de pé sozinha

Na última semana uma brincadeira viralizou e muitos internautas ligaram a história à NASA, que teria dito que a Terra estaria num ponto de órbita em que a rotação estaria em equilíbrio e por isso as vassouras de todo mundo poderiam se equilibrar sozinha. Essa história precisa de uma explicação melhor e é isso que você verá no artigo de hoje.

Veja também:

O assunto ficou entre os mais lidos do Twitter e muita gente que foi fazer o teste ficou surpresa. Realmente as vassouras ficam de pé sozinhas, mas isso tem um motivo que pode ser explicado.

Física

A vassoura tem seu centro de massa mais perto da base, onde ficam as cerdas. Portanto, quando apoiamos o cabo da vassoura sobre a base, a força causada pelo peso do cabo é distribuída nas cerdas, equilibrando o objeto.

Vassoura de pé
Vassoura de pé. Fonte: Revista Galileu.

A explicação para as vassouras conseguirem “ficar de pé” tem mais a ver com a física em menor escala, de dentro do planeta, do que o com as forças gravitacionais que afetam a Terra.

A situação só não ocorre caso a vassoura seja torta, porque nem todas foram projetadas para sustentar o próprio peso: o centro de massa de alguns objetos pode estar mais acima do cabo, o que torna o equilíbrio nessas circunstâncias um pouco mais difícil.

Boatos

O suposto equilíbrio planetário é uma antiga crença: há anos essa brincadeira é comum nos Estados Unidos, principalmente durante o equinócio vernal, que marca o começo da primavera naquela parte do mundo em meados de março.

Veja algumas “mágicas” nas redes:


E teve gente que foi além


Com informações da Galileu.

Autor

Católico Apostólico Romano, Publicitário, funcionário público, ilustrador e blogueiro. Apreciador de quadrinhos, artes e tudo o que pode transformar vidas para melhor. Acredita que fé em Deus, conhecimento, troca de informações e experiências podem ajudar a construir um novo mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *