Saúde e Bem-Estar

Veja os hábitos que prejudicam a audição e evite-os

É interessante saber que ter uma boa audição é normal até os 40, 50 anos, mas, após essa idade, a capacidade auditiva diminui devido ao envelhecimento natural das estruturas do ouvido (assim como qualquer outra parte do corpo) por causa da exposição a ruídos ou sons altos, hábitos errados, como a má alimentação ou o uso constante do fone de ouvido e, em alguns casos, doenças específicas. Saiba mais:

hábitos-que-prejudicam-a-audição

Certos hábitos fazem com que a perda auditiva seja sentida cada vez mais cedo. “Uma das principais, senão a principal causa da perda auditiva precoce, ainda mais nessa nova geração, é a utilização de fones de ouvidos com volumes muito altos durante um período muito longo”, comenta a médica Rita de Cássia Cassou Guimarães, otorrinolaringologista e otoneurologista de Curitiba. “Ouvir música, mesmo sem fone de ouvido, em um volume acima de 80 decibéis por mais de uma hora, pode causar um trauma acústico, que vai se somando com o tempo constante de exposição aos altos volumes e se torna uma espécie de lesão progressiva”, explica.

A especialista explica que, com o barulho em excesso, ocorrem alterações vasculares da microcirculação do ouvido interno com privação de oxigênio e demais nutrientes para as células sensoriais auditivas do ouvido interno. Esta condição pode resultar na morte ou degeneração das células ciliadas, aquelas responsáveis por perceber o som, “o que pode resultar em perda auditiva, dificuldade no entendimento dos sons da fala e zumbido”, destaca Rita.

Cigarro e aquele zumbido incômodo

Pode até não parecer, mas o vício no cigarro pode causar danos ao aparelho auditivo. Isso porque, graças às mais de cinco mil substâncias químicas presentes nele, as toxinas inaladas podem causar danos definitivos às estruturas sensíveis do ouvido – a começar pelo sintoma zumbido, “problema que não causa a perda de audição, mas sim o contrário: a perda de audição causa o zumbido” Rita faz questão de frisar.

Segundo estudo realizado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), pessoas que fumam no mínimo cinco cigarros por dia há mais de um ano têm quatro vezes mais chances de sofrer com zumbido.

_____________________________________________________

E você, vive cercado de sons prejudiciais? Cuide bem da sua audição!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *