pulseira contra a espionagem
Tecnologia

Conheça a pulseira digital que evita a espionagem bloqueando microfones próximos

Uma interessante pulseira digital foi criada por pesquisadores dos Estados Unidos. O aparelho impede que microfones próximos captem o áudio. A tecnologia pode ser usada para silenciar equipamentos como Echo, smartwatches e smartphones.

Veja também:

Saiba mais

O bracelete vem com 24 alto-falantes que emitem uma frequência ultrassônica capaz de interferir nos receptores de som para impossibilitar que assistentes digitais inteligentes ouçam e gravem conversas do usuário.

O ruído ultrassônico não é captado pelo ouvido humano. Apenas animais e crianças muito pequenas conseguem escutá-lo.

Pulseira contra a espionagem
Pulseira contra a espionagem. Foto: Reprodução/Universidade de Chicago.

O equipamento apelidado de Pulseira do Silêncio é um protótipo desenvolvido por Zhao, Zheng e Pedro Lopez, três pesquisadores da Universidade de Chicago. A motivação partiu da suspeita de que assistentes virtuais como Alexa estão sempre com os microfones ativos e escutam áudios indesejados do usuário.

“É tão fácil gravar nos dias de hoje. Essa é uma defesa útil. Quando você tem algo particular a dizer, pode ativá-lo em tempo real. Quando eles reproduzirem a gravação, o som desaparecerá”, explica Pedro Lopez.

Os pesquisadores fizeram um teste de 120 horas de vídeos diante de microfones inteligentes para descobrir se eles ativavam com algum som diferente. O que eles repararam é que as assistentes despertaram dezenas de vezes e começaram a gravar áudios após captar sons semelhantes aos comandos de ativação.

“As pessoas temem que esses dispositivos estejam constantemente ouvindo e gravando. Eles não estão, despertam e gravam quando não deveriam”, observa Choffnes.

O projeto tem o objetivo de garantir que os usuários possam ativar a Pulseira do Silêncio sempre que quiserem ter uma conversa segura e confidencial. Por enquanto, ela é apenas um protótipo, mas os pesquisadores afirmam que conseguem construir o dispositivo por US$ 20 (cerca de R$ 86 em conversão direta). O custo baixo é um atrativo para futuros investidores.

Com informações de The New York TimesChicago TribuneEngadget e TechGenyz.

Autor

Católico Apostólico Romano, Publicitário, funcionário público, ilustrador e blogueiro. Apreciador de quadrinhos, artes e tudo o que pode transformar vidas para melhor. Acredita que fé em Deus, conhecimento, troca de informações e experiências podem ajudar a construir um novo mundo.

Comments

27 de fevereiro de 2020 at 22:06

A ideia é realmente muito legal, porem creio que dificilmente alguem usaria esse bracelete pois é bem chamativo e grande demais. Além disso tem apenas uma unica função o que deixa ele meio parado no tempo.

Mas é uma ideia muito legal, sem aplica isso em um smartwatch (mesmo sendo contradiatório kk) seria interessante.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *