Curiosidades / Saúde e Bem-Estar

Perigo nas pilhas e baterias!

É interessante saber que pilhas e baterias possuem componentes altamente prejudiciais ao ser humano e todo o ambiente. Muita gente não descarta esses objetos da maneira adequada por falta de conhecimento e, por isso, vamos dar algumas dicas e mostrar o perigo contido nas pilhas e baterias.

perigo-nas-pilhas-e-baterias

O perigo nas pilhas e baterias:

Os componentes tóxicos encontrados nas pilhas são: cádmio, chumbo e mercúrio. Todos afetam o sistema nervoso central, o fígado, os rins e os pulmões, pois eles são bioacumulativos. O cádmio é cancerígeno, o chumbo pode provocar anemia, debilidade e paralisia parcial, e o mercúrio pode também ocasionar mutações genéticas.

O que não deve ser feito:

Pilhas e baterias, quando descartadas em lixões ou aterros sanitários, liberam componentes tóxicos que contaminam o solo, os cursos d’água e os lençóis freáticos, afetando a flora e a fauna das regiões próximas e também o homem.

A queima em incineradores também deve ser evitada, pois seus resíduos tóxicos permanecem nas cinzas e parte deles pode volatilizar, contaminando a atmosfera.

Devido a seus componentes tóxicos, as pilhas podem também afetar a qualidade do produto obtido na compostagem de lixo orgânico. Também não é esse o caminho ideal para elas.

O que deve ser feito:

Levando em conta os impactos negativos causados ao meio ambiente pelo descarte inadequado das pilhas e baterias usadas e a necessidade de disciplinar o descarte e o gerenciamento ambientalmente adequado (coleta, reutilização, reciclagem, tratamento ou disposição final) de pilhas e baterias usadas, a Resolução n° 257/99 do CONAMA resolve em seu artigo primeiro:

“As pilhas e baterias que contenham em suas composições chumbo, cádmio, mercúrio e seus compostos, necessário ao funcionamento de quaisquer tipos de aparelhos, veículos ou sistemas, móveis ou fixos, bem como os produtos eletroeletrônicos que os contenham integrados em sua estrutura de forma não substituível, após seu esgotamento energético, serão entregues pelos usuários aos estabelecimentos que as comercializam ou à rede de assistência técnica autorizada pelas respectivas indústrias, para repasse aos fabricantes ou importadores, para que estes adotem diretamente, ou por meio de terceiros, os procedimentos de reutilização, reciclagem, tratamento ou disposição final ambientalmente adequado.”

_________________________________________

Agora que você já sabe, que tal compartilhar a informação e contribuir para que esse perigo fique longe de nossas vidas?






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *