Esportes radicais para pessoas com deficiência
Curiosidades

Esportes radicais para pessoas com deficiência

Confira alguns esportes radicais que são sucesso na comunidade de pessoas com deficiência! 

Foi-se o tempo em que os esportes eram considerados “impossíveis” para pessoas com deficiência. Com a avanço da tecnologia, existem diversas opções seguras e que podem atender às expectativas do público em geral. 

Até mesmo para os mais aventureiros, que buscam essa adrenalina única e se esforçam para superar seus limites, existe um enorme leque de opções de esportes radicais disponíveis, que, inclusive, contam com o apoio de diversas pessoas e instituições.

Esse é o caso de organizações de nível internacional, como a ATTA (Adventure Travel Trade Association) e nacionais, como a ABETA (Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura), que buscam incessantemente regulamentar e promover esse tipo de atividade.

Os esportes radicais apresentam um desafio considerável para as pessoas com deficiência e são reconhecidos como uma maneira eficaz de manter a forma e aumentar a autoestima.

Neste artigo, discutiremos vários esportes de aventura acessíveis a todos. Confira!

Esportes radicais adaptados.
Esportes radicais adaptados.

Quais esportes radicais as pessoas com deficiência podem praticar?

A prática de esportes aumenta a qualidade de vida e nos permite aproveitar o lazer de maneira positiva e saudável. É por isso que um dos maiores desafios das empresas que organizam esportes de aventura é permitir que as pessoas com deficiência se sintam o menos excluídas possível. 

Muitas dessas empresas se unem para adaptar suas atividades a todos, independentemente de terem ou não deficiências físicas ou sensoriais.

Como regra geral, esportes radicais “aéreos” (como: balonismo, paraquedismo ou parapente) podem ser realizados por pessoas com deficiência sem muitos problemas, desde que um guia ou piloto qualificado esteja disponível para ajudar e qualquer equipamento relacionado tenha sido adaptado em conformidade.

Outros esportes, como o mergulho adaptado, também podem ser praticados sem contratempos. 

De fato, o mergulho adaptado é uma atividade muito benéfica que ajuda a queimar calorias, melhorar a saúde cardiovascular e respiratória, e permitir que os esportistas com deficiência exercitem toda a sua gama de músculos sob a água exatamente nas mesmas condições que os demais mergulhadores. 

Nesse sentido, o mergulho é uma atividade em grupo que promove a colaboração e o trabalho em equipe.

Outra opção é andar de caiaque ou canoa, que também são esportes razoavelmente acessíveis para pessoas com deficiência. 

Veja agora alguns esportes radicais que podem ser praticados por pessoas com deficiência:

Canoagem e Caiaque

A canoagem pode ser praticada por uma ampla gama de pessoas com diferentes deficiências, como paralisia cerebral, lesões na medula espinhal, amputações e esclerose múltipla. 

Além disso, existem diferentes embarcações que foram adaptadas para qualquer tipo de deficiência. As empresas que oferecem esses cursos ou organizam essas atividades têm kits e equipamentos adaptados disponíveis para qualquer pessoa (capacetes, coletes salva-vidas, remos, etc.). 

Asa-delta e parapente

Asa delta e parapente também são esportes radicais acessíveis. 

Esses esportes geralmente são realizados em duplas e a pessoa com deficiência é acompanhada por um profissional que a ajuda no início e no final da atividade.

Atualmente, existem várias empresas de asa-delta e parapente que oferecem essas experiências de maneira a torná-las acessíveis a todos.

Caminhada

O Brasil possui inúmeras trilhas acessíveis para caminhadas que podem ser percorridas em cadeira de rodas, como é o caso da Trilha das Nascentes que fica dentro do Jardim Botânico de São Paulo. 

Lá dentro, todo o caminho é adaptado especificamente para pessoas com deficiência. Essa é uma ótima maneira de manter contato com a natureza enquanto pratica um esporte.

A principal vantagem deste esporte é que qualquer um pode fazê-lo e dificilmente requer adaptações em equipamentos. Os mais “aventureiros” e experientes podem escolher rotas mais complicadas, enquanto aqueles que estão começando no esporte podem escolher excursões em grupo mais simples.

Rapel

Se a pessoa deseja ter uma boa dose de adrenalina, o rapel é uma escolha excelente. A atividade consiste em descer grandes paredes naturais utilizando cordas e outros equipamentos. Com as devidas adaptações, qualquer pessoa pode aproveitar esse esporte com segurança.

A melhor opção é contar com um profissional adequado para ajudá-lo na descida, evitando colisões com árvores e com a própria parede, por exemplo.

Na maior parte das empresas, é necessário assinar um termo de responsabilidade antes de começar a atividade. Vale destacar, também, que os sinais vitais são monitorados a todo momento. Tudo isso para garantir a segurança das pessoas em tempo integral. 

Salto de Paraquedas

O paraquedismo é um dos esportes radicais mais emocionantes e desafiadores dos tempos modernos, e a crescente popularidade da modalidade em dupla permitiu que pessoas com uma ampla gama de deficiências experimentassem o esporte. 

O paraquedismo em duplas oferece uma introdução rápida e fácil à queda livre usando um sistema de chicote duplo, com a pessoa em causa amarrada com segurança a um instrutor altamente qualificado, que controla a descida, a abertura do paraquedas e o pouso. 

Depois que o paraquedas principal é aberto, é normal que o instrutor permita ao aluno, sempre que possível, dirigir o paraquedas sob a orientação durante algum estágio da descida.

Adrenalina é para todos

Hoje em dia, acabaram as crenças de que esportes radicais e deficiência são incompatíveis. 

Com as modificações adequadas e a ajuda de profissionais qualificados, as pessoas com deficiência podem participar de praticamente qualquer tipo de esporte.

Vale lembrar que a adaptação depende do tipo de atividade e o nível do praticante, e pode estar relacionada ao equipamento, ao modo de operação da atividade ou ambos os casos. 

Às vezes, encontramos equipamentos específicos, com propostas únicas de segurança ou de conforto, mas, em muitos casos, se utilizam os mesmos equipamentos de uma atividade convencional, da mesma forma, ou com pequenas modificações.

É graças a essa busca incessante e o desejo de inclusão que as pessoas podem experimentar os mais diferenciados esportes radicais, podendo mergulhar, e até mesmo, saltar de paraquedas sem se preocupar.

Afinal, para os amantes de adrenalina não há nada mais incrível do que ter a oportunidade de superar seus próprios limites!

Autor

Católico Apostólico Romano, Publicitário, funcionário público, ilustrador e blogueiro. Apreciador de quadrinhos, artes e tudo o que pode transformar vidas para melhor. Acredita que fé em Deus, conhecimento, troca de informações e experiências podem ajudar a construir um novo mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *