Comportamento / Curiosidades

Veja o que acontece quando exageramos na bebida:

É interessante saber que o álcool é a droga mais consumida no mundo e, embora seja lícita, pode causar vários prejuízos ao organismo se exagerarmos na dose. Descubra a seguir o que acontece quando bebemos demais:

os-efeitos-do-álcool-no-organismo

O consumo excessivo de álcool está ligado diretamente a problemas e conflitos sociais e costuma provocar um comportamento mais expansivo e violento nas pessoas.

O álcool no organismo

Quando alguém consome uma bebida alcoólica, aproximadamente 20% do álcool á absorvido pelo estômago e o intestino delgado se encarrega de 80%. Dois aspectos vão decidir a quantidade de álcool absorvida: a graduação alcoólica da bebida e alimentação antes do consumo do álcool (quanto mais alimento ingerido, menos álcool absorvido).

Os rins e os pulmões se encarregam de eliminar aproximadamente 10% do álcool por meio da urina e da respiração. Parte do álcool também é eliminada por meio do suor, enquanto o fígado se ocupa do resto, digerindo-o e convertendo-o em ácido acético.

Na medida em que o consumo vai aumentando, o corpo sente cada vez mais os efeitos e, por último, ficam claras as consequências a nível físico diretamente relacionadas à concentração alcoólica sanguínea. (Nessa hora, você ou aquele seu amigo que bebeu demais, começa a perder a coordenação motora e a fazer vergonha).

Perguntas frequentes:

E o cérebro? Como fica quando bebemos demais?

O álcool também afeta o cérebro e o sistema nervoso central, alterando o trabalho dos neurotransmissores. O excesso de álcool altera a atividade elétrica do cérebro, o que dificulta o controle do equilíbrio corporal e causa problemas para caminhar e falar.

Por que sentimos sono e fraqueza quando bebemos?

Os níveis de glicose no sangue diminuem durante a bebedeira, o que produz uma fraqueza generalizada, suor excessivo, vertigem e visão borrada.

E a ressaca no dia seguinte? Qual o motivo?

Quando o fígado está trabalhando e metabolizando o álcool, produz uma substância similar ao vinagre que tem certo efeito tóxico no cérebro, no estômago e no próprio fígado, provando dores de cabeça, náuseas, acidez estomacal e vômito. Ao mesmo tempo, a concentração de vitaminas e minerais no corpo diminui, o que prova a fraqueza e o cansaço.

________________________________________

Fonte: Universia Brasil. 

Beber bastante água e se alimentar bem antes e durante uma bebedeira pode reduzir os prejuízos. Compartilhe com aquele seu amigo beberrão!






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *