O pai sírio que emocionou a internet com sua filha.
Belas Histórias

Pai que acalmava filha por causa de bombas consegue sair da área de guerra

A história de Abdalla Mohamed, de 32 anos, emocionou o mundo. Em um vídeo de apenas um minuto, este pai brinca com sua filha de 3 anos, Salwa. Ele fingia que as explosões eram fogos de artifício e a menina ria de maneira inocente e encantada. A comovente história teve um final feliz nesta semana.

Veja também:

Final feliz

O pai e a família deixaram, na terça-feira (25), a cidade de Sarmada, a 10 quilômetros da fronteira turca. Tudo graças ao vídeo publicado por um amigo turco que viralizou, alcançando mais de 2,7 milhões de visualizações, e foi comparado pela imprensa internacional com a trama do filme italiano A Vida é Bela.

Graças ao alcance do vídeo, a família finalmente conseguiu cruzar a fronteira e deixar a Síria para trás, como desejava. A mediação foi feita pelo Governo do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

“As autoridades turcas entraram em contato comigo e nos levaram para a Turquia”, contou Abdalla à agência de notícias oficial turca Anadolu. Ele disse que a família foi acompanhada até a passagem fronteiriça de Cilvegozu.

O final feliz da história que emocionou a internet.
O final feliz da história que emocionou a internet. Foto: EPV.

“Estou feliz”, disse Abdalla ao EL PAÍS em uma breve troca de mensagens. “Estamos longe da guerra, não há explosões, não há aviões, não há morte. É um lugar novo, não tenho trabalho, mas estou feliz.”

Pais e filha se reuniram com parentes que já estavam morando em território turco, e agora vivem com alguns amigos. Eles receberam um cartão que os identifica como refugiados sírios e permite que estejam legalmente na Turquia.

Ao ser perguntado se voltaria algum dia à Síria: “Se a guerra parar. Caso contrário, não penso em voltar”, concluiu.

Relembre o vídeo que emocionou o mundo e fez com que a família saísse da guerra:

É importante lembrar que essa história teve um final feliz, mas que milhares de inocentes ainda vivem em zona de intenso conflito ao redor do mundo. Que essa história sirva de inspiração para governos e pessoas, para que possam viver neste mundo com mais amor.

Com informações do El País.






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *