desperdício de alimentos
Comportamento / Curiosidades

Cada brasileiro joga fora mais de 40 quilos de comida por ano

O número é alarmante e coloca o brasil entre os dez países que mais desperdiçam alimento no mundo. O estudo que você conhecerá hoje mostra que essa atitude é cultural. Nele, os resultados obtidos em diversos tamanhos de domicílios, tanto em lares de pessoas que moram sozinhas, quanto em casas com quatro, cinco pessoas; da classe A a E foram bastante semelhantes.

desperdício de alimentos

O levantamento realizado por meio de entrevistas presenciais e questionários on-line — com 1.764 pessoas de todas as regiões do país, diversas faixas etárias e de diferentes classes sociais — mostrou que o brasileiro enxerga o desperdício como um problema e percebe que pessoas próximas têm hábito de jogar comida fora, mas não reconhece que ele próprio também está desperdiçando alimento. De acordo com o analista de Marketing da MindMiners, Rodrigo Patah — um dos responsáveis pela pesquisa —, o comportamento é em nome da fartura:

Segundo Patah, muitas pessoas aproveitam ofertas para fazer compras mensais e adquirem mais itens do que necessitam: 70% valorizam ter a dispensa de casa cheia. Além disso, a maior parte dos respondentes acredita que sabor (94%) e frescor (77%) são os principais, como consequência, muitos descartam as sobras das panelas (43%).

“Até a inflação dos alimentos seria menor, se o brasileiro não jogasse tanta comida fora. É necessária uma conscientização”, opinou o analista.

Um exemplo da atitude do povo brasileiro:

O montador de peças Raphael Martins, de 27 anos, é um exemplo de brasileiro que desperdiça. Por morar sozinho e valorizar o frescor dos alimentos, joga metade do que cozinha no lixo.

“Feijão eu ainda congelo, mas arroz e macarrão estragam com facilidade. Até os ovos já chegaram a apodrecer porque não comi no prazo”, contou.

Mesmo fazendo compras de 15 em 15 dias, ele não consegue aproveitar tudo que adquire e calcula que poderia economizar cerca de R$ 150 por mês se mudasse os hábitos.

“Eu adoro comer na rua, com a facilidade de aplicativos então, faço isso com bastante frequência. Cozinho para três dias da semana, mas chega no terceiro já não quero comer aquela comida e acabo jogando fora”, confessou o jovem.

Dicas para desperdiçar menos

Substitua as compras mensais por semanais

Além de poder comprar itens mais frescos, você só vai adquirir o que realmente precisa e evitar que alimentos estraguem na dispensa. Faça uma lista do que está em falta para não comprar coisas extras.

Planeje a sua semana

Seja realista e avalie quantos dias vai comer em casa ou em quantos vai levar marmita para o trabalho. Só prepare uma quantidade de alimento para esse período para não deixar sobras na geladeira.

Congele folhas e legumes

Acondicione com muito cuidado os alimentos a serem congelados e retire todo o ar de dentro das embalagens. O ar prejudica o processo de congelamento. Identifique com uma etiqueta o nome do alimento, a quantidade, a data de validade e a data do congelamento. Congele o alimento imediatamente após colocá-lo nas embalagens apropriadas, a uma temperatura de -18°C, em porções que sejam utilizadas de uma só vez.

Transforme um alimento

Inove na cozinha e utilize ingredientes para receitas inusitadas. Legumes que estão fazendo aniversário na geladeira, por exemplo, podem virar recheio de uma torta; o inhame ou a batata-doce podem virar uma vitamina, e a couve e a beterraba, um suco.

Compartilhe essas informações e contribua para uma conscientização sobre o melhor aproveitamento dos alimentos. Nosso país é muito rico e a desigualdade acontece pela postura dos que querem ter mais do que o necessário. O que podemos rever em nossas vidas?


Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *