Dicas de Escrita

5 atitudes que vão te ajudar a escrever melhor

É interessante saber que escrever e-mails, relatórios e todo o tipo de documentos são tarefas comuns em vários ramos de atuação hoje em dia. E para se dar bem em grande parte das profissões atuais, é importante ter uma boa escrita. Para te ajudar nisso, separamos uma lista de 5 hábitos diários que vão te ajudar a escrever melhor. Todos são simples e basta um pouquinho de disciplina.

escreva-melhor

1 – Escolha algum livro que goste e leia todos os dias

Diogo Arrais, professor de português no Damásio Educacional, dá um conselho simples: escolha um livro que te agrade e leia pelo menos algumas páginas todos os dias. É verdade que para escrever bem, é preciso ler bastante e o ideal é dar preferência para obras de ficção. “Além de trazer repertório gramatical e vocabular, a literatura apresenta analogias e metáforas, o que ajuda a escrever melhor sobre qualquer assunto”, diz o professor do Damásio.

2 – Pratique sua escrita nas oportunidades que o dia te dá

Todos os dias temos várias oportunidades para treinar nossa escrita. Seja em recados, e-mails e textos nas redes sociais, podemos exprimir nossas opiniões e treinar para escrever cada vez melhor. Arrais vai além e propõe alimentar um blog ou até um perfil nas redes sociais com textos mais “autorais”. Nesse exercício, diz o docente, a prioridade não é tanto o conteúdo dos artigos, mas a atenção que você dedicará à sua forma.

3 – Escreva pensando no leitor e peça opiniões

É fundamental pensar em quem vai ler o seu texto e pedir informações para o público (mesmo que sejam familiares ou amigos). Com tantas ferramentas e a pressa do dia a dia, é muito simples apertar o botão “enviar” ou “publicar” sem revisar o conteúdo. Essa atitude é totalmente prejudicial para a qualidade do seu texto.

Para aperfeiçoar sua redação, invista alguns minutos para reler seu conteúdo e analisar se existem erros ortográficos, falta de informações ou ideias que não estão claras.

4 – Pare de usar o corretor ortográfico

Em vez de ajudar, a tecnologia muitas vezes causa insegurança e dependência. Muitos profissionais já são reféns dos corretores automáticos nos mais diversos dispositivos. Mas esses dispositivos não possuem a inteligência e a sensibilidade suficiente para compreender nossas ideias e nosso estilo de escrita.

Para ganhar confiança e independência, a dica é substituir a ferramenta por bons materiais de consulta, como um dicionário atualizado pelo novo acordo ortográfico e uma gramática confiável.

5 – Procure descobrir o que você ainda não sabe

Muitas pessoas costumam mudar a frase quando encontram uma dúvida. Quando não se sabe algo, é muito mais simples eliminar o trecho da dúvida ou substituir por uma frase mais simples. Porém, essa atitude apenas perpetua a dúvida.

Sempre que surgir alguma dúvida na maneira de escrever, devemos parar a produção do texto e pesquisar nos materiais citados acima a maneira correta de se expressar.

—————————————————-

Com informações de Exame.

Autor

Católico Apostólico Romano, Publicitário, funcionário público, ilustrador e blogueiro. Apreciador de quadrinhos, artes e tudo o que pode transformar vidas para melhor. Acredita que fé em Deus, conhecimento, troca de informações e experiências podem ajudar a construir um novo mundo.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *