matemática
Curiosidades

Por que o brasileiro é tão ruim em matemática?

Matemática é uma disciplina que gera divisões entre a maioria dos brasileiros, mas é fato que muita gente passa por grandes dificuldades nessa matéria. Algumas teses para a melhoria indicam que, para o brasileiro gostar da disciplina, a mudança tem de começar na sala de aula das faculdades que formam os futuros docentes.

Veja também: Conheça o lêmure, um animalzinho curioso.

Por que o brasileiro é tão ruim em matemática?

matemática

Mudam as regiões do país mas a dificuldade continua. Diversos estudos e análises de dados comprovam que o brasileiro é ruim em matemática. Por exemplo, os números do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA), que avaliou o desempenho em matemática de jovens na faixa de 15 anos, colocaram o Brasil na 57.ª posição em um ranking de 65 países. No topo da lista estão China, Cingapura e Hong Kong.

Se a meta é fazer com que a produção de ciência e tecnologia acompanhe o crescimento econômico do Brasil, essa intolerância à matemática precisa ser combatida com urgência, dizem os especialistas. E a mudança precisa começar na sala aula. Mas não naquela que as crianças frequentam. A reforma deve ocorrer, primeiramente, nas classes das universidades que formam os futuros professores do país.

O desafio começa na formação dos docentes que dão aulas para o ensino fundamental. No Brasil, os professores do 1º ao 5º ano são polivalentes, isto é, responsáveis pelo conteúdo de todas as disciplinas e, por isso, não têm uma formação específica. Entre eles, poucos estudaram exatas. “Além de ter de dar conta de todas as matérias, muitos trazem a tradição brasileira de não gostar de matemática”, diz Priscila Monteiro, consultora pedagógica para a área de matemática da Fundação Victor Civita.

———————————————–

Com informações de Estadão.

Compartilhe esse conteúdo e vamos lutar por melhorias sobre esse assunto de grande importância.

Autor

Católico Apostólico Romano, Publicitário, funcionário público, ilustrador e blogueiro. Apreciador de quadrinhos, artes e tudo o que pode transformar vidas para melhor. Acredita que fé em Deus, conhecimento, troca de informações e experiências podem ajudar a construir um novo mundo.

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *