Ciência / Curiosidades

Por que sonhamos?

É interessante saber que o sonho ocupa até 25% de nosso sono e gera muitas dúvidas. Afinal, o mundo dos sonhos é muito curioso e todos gostariam de saber como e por qual motivo eles acontecem. Vamos saber mais?

por-que-sonhamos

Por que sonhamos?

A resposta não é muito simples, afinal, a psicologia e a neurologia estudam a questão de ângulos diferentes que acabam se completando. Não existe uma resposta definitiva para explicar a origem dos sonhos, mas o texto de maior referência sobre o tema é de Sigmund Freud, no livro A Interpretação dos Sonhos. Nele, o pai da psicanálise demonstra que o sonhar é uma linguagem simbólica, pela qual se manifesta nosso inconsciente (espécie de porão da mente onde habitam fantasmas psíquicos, como conflitos não resolvidos e desejos reprimidos, que acabam governando todo o nosso comportamento).

Tudo indica que, além de qualquer função biológica, os sonhos são a principal chave para o autoconhecimento humano. Segundo a biologia, quem manda no cérebro durante esse tempo todo é o sistema límbico, um conjunto de estruturas que fica abaixo do córtex cerebral, relacionado à construção da memória, à resposta a agressões, ao medo e ao impulso sexual.

Para Sidarta Ribeiro, Ph.D. em neurobiologia e doutor em neurociências pela Universidade Rockefeller, a única maneira de entender a função dos sonhos é estudá-los quando os seres humanos estão diante de situações semelhantes àquelas vividas pelos nossos ancestrais.”Os sonhos da vida contemporânea não revelam sua função porque a gente não enfrenta os problemas de 10 mil anos atrás. Se estiver com fome, vou a um restaurante. Para ter onde morar, basta pagar o aluguel.” Isso também explicaria sonhos que não fazem sentido. Sem grandes problemas para resolver, o homem moderno tece uma colcha com pedaços de memória do cotidiano. Mas, quando o homem enfrenta um problema grave, como um divórcio ou uma doença, deve sonhar com coisas relacionadas a seus problemas.

_____________________________________________

Com informações de Revista Galileu e Superinteressante.






Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nosso site, você concorda com tal monitoramento
Criado por WP RGPD Pro