Receita ou Despesa

Débito ou crédito, e agora?

É interessante saber que sempre quando compramos algo que será pago através de cartão o atendente nos vem com aquela perguntinha de praxe: é no débito ou no crédito? Neste caso, muitos já devem saber que ao respondermos débito o valor da compra será descontado diretamente da nossa conta, da mesma forma, quando respondermos crédito o valor será parcelado e ficaremos com uma dívida com a operadora do cartão. O que muitos não sabem, é o porquê desses dois termos: débito e crédito. Então, vamos ao que interessa.

débito-ou-crédito

Para que possamos entender a utilização desses dois termos, vamos viajar na história até chegarmos ao ano de 1494, que foi quando um Frade franciscano chamado Luca Pacioli expôs em uma de suas obras um método para registrar as transações financeiras, o chamado método das partidas dobradas.

Este método é reconhecido e utilizado no mundo inteiro até os dias atuais, é por ele que a contabilidade realiza os registros de todas as transações financeiras envolvendo o patrimônio de alguém. Ele diz que não há débitos sem que haja crédito correspondente, ou seja, para que alguém seja devedor precisamos de alguém que seja credor. Daí chega-se à conclusão de que o termo débito está diretamente relacionado com a aplicação de recursos, e o termo crédito com a origem, isto é,  aonde o dinheiro está sendo aplicado e de onde ele veio.

Se você responder à pergunta do atendente dizendo que será no débito, significa que você possui uma conta na instituição financeira emissora do seu cartão e o valor será debitado diretamente dessa conta. Isto porque o saldo de sua conta nessa instituição corresponde a um crédito, pois ao aplicar dinheiro nessa conta você passa a ser o financiador da sua financeira, tornando-a sua devedora, ou seja ela é quem te deve.

Caso você diga que o pagamento será através do crédito, significa que a instituição financeira irá pagar a sua conta junto ao comércio e futuramente irá cobrar através da fatura do seu cartão. Isto porque, neste caso, o papel se inverte: a instituição financeira passa a ser sua credora (ela é quem emprestou o dinheiro), e agora é você quem deve a instituição.

A mesma lógica acontece com seu extrato bancário: quando o seu saldo é positivo significa que a instituição financeira possui uma dívida com você, que corresponde exatamente ao valor do seu saldo, que neste caso está representado pela letrinha “C” logo após o valor, porque você é quem está financiando a instituição. Entretanto, se o seu saldo for negativo, você é quem está devendo a financeira e neste caso, no seu extrato, o saldo estará representado pela letra “D”.

 






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nosso site, você concorda com tal monitoramento
Criado por WP RGPD Pro