Notícias bizarras

A história do homem que roubou um banco para ser preso e fugir da esposa

É interessante saber que o ser humano é totalmente imprevisível e isso causa um grande número de notícias bizarras ao redor do mundo. Hoje vamos ver a história de Lawrence John Ripple, de 70 anos, que afirmou que “preferia estar na cadeia do que em casa”.

Lawrence John Ripple (Wyandotte County Detention Center/Divulgação/Reuters)
Lawrence John Ripple (Wyandotte County Detention Center/Divulgação/Reuters)

Uma história muito curiosa. Um homem totalmente irritado com sua esposa foi acusado de roubar um banco em Kansas City, no Estado americano do Missouri. Ele afirmou à polícia que cometeu o crime porque preferia ir preso a passar mais um dia vivendo com sua mulher. Lawrence John Ripple, de 70 anos, assaltou um banco, mas não fugiu após o roubo como era esperado. Ele simplesmente sentou em um banco na entrada da agência e esperou a chegada da polícia.

Entenda a história bizarra:

Segundo a emissora WWLP, Lawrence brigou com sua esposa, Dido, de 33 anos, por uma máquina de lavar que o homem deveria ter consertado horas antes do crime. À medida que a discussão se tornou mais acalorada, Ripple gritou que ele “preferia estar na cadeia do que em casa”, de acordo com documentos da polícia obtidos pela Reuters.

Lawrence se mostrou um homem de palavra, pois após a briga dirigiu até uma agência do banco Brotherhood Bank and Trust e anunciou o assalto. Ripple entregou um bilhete ao atendente. “Eu tenho uma arma. Me entregue o dinheiro”, afirmava a nota. O funcionário imediatamente lhe entregou 3.000 dólares (9.500 reais) em dinheiro.

Surpreendentemente, o homem não tentou escapar após o roubo. Lawrence se sentou em um banco na entrada da agência e esperou pela polícia, que não demorou para chegar e prendê-lo. Quando questionado pelos investigadores da polícia, Ripple disse que “não queria mais estar nessa situação”, referindo-se à vida com sua esposa.

Kelli Bailiff, do departamento de polícia local, afirmou nunca ter visto um caso parecido com esse em seus 33 anos de trabalho. “Você pode se divorciar”, afirmou à emissora WWLP. “Eu nunca ouvi falar de alguém que preferiu vir para a cadeia e cometer um crime para não tem que ficar em casa com sua família. Isso nunca aconteceu”, disse.

Você já viu algum casamento que só tem problemas? Já presenciou alguma briga feia? Diz aí nos comentários abaixo.

_________________________________________

Com informações de Veja e Reuters.






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nosso site, você concorda com tal monitoramento
Criado por WP RGPD Pro