O correto é bastante ou bastantes? Você sabe?


É interessante saber que muitas palavras na língua portuguesa geram dúvida e podem nos induzir ao erro. É sempre bom saber mais para evitar problemas. Hoje vamos falar sobre a palavra “bastante”.

bastante-ou-bastantes

Segundo o professor Pasquale Cipro Neto, a palavra “bastantes” existe, embora muita gente pense que não. Então é muito importante saber quando usar.

Bastante

Ao pé da letra, “bastante” significa “o que basta” – a frase “não há dinheiro bastante” quer dizer “não há dinheiro que baste”.

Mas o professor explica que a palavra também acabou virando sinônimo de “muito”, e com as mesmas variações.
“Então ‘não há muita gente’ (é igual a) ‘não há bastante gente’. ‘Não há muito dinheiro’ (significa) ‘não há bastante dinheiro’. ‘Não há muitas pessoas’, (é a mesma coisa que) ‘não há pessoas bastantes’, ‘não há bastantes pessoas’”, diz Pasquale.

Mas no último caso está bastantes pessoas, né? Vamos entender agora:

Bastantes

O professor deixa uma dica: “Se eu posso trocar ‘bastantes’ por ‘muitos’, ‘muitas’, ‘suficientes’, é ‘bastantes’ mesmo. Se eu vou trocar por ‘muito’, e se só cabe ‘muito’, então eu vou usar ‘bastante’”.
Exemplo: Os jogadores estavam bastante nervosos (muito nervosos) porque o time perdeu bastantes oportunidades (muitas oportunidades) para transformar a derrota em vitória.

__________________________________________

Com informações de professor Pasquale Cipro Neto na BBC Brasil.

Comente com seu Faceboook:


sobre Altair Fonseca

Publicitário, funcionário público, ilustrador e blogueiro. Altair é apaixonado por quadrinhos, artes, curiosidades e tudo de bom que pode ser apreciado. Acredita que conhecimento, troca de informações e experiências podem ajudar a construir um mundo melhor.