Existem 4 tipos de “porquês”. Você sabe quando usar cada um deles?


É interessante saber que o uso dos “porquês” gera muita dúvida em várias pessoas. Saber utilizar a palavra corretamente deixará seus textos mais claros e eficientes. Então vamos aprender!

Ilustração por Fábio Sgroi.

Ilustração por Fábio Sgroi.

Por que

É usado em perguntas onde a palavra “por que” não está no fim da frase, ou quando estiverem presentes (mesmo que não explícitas) as palavras “razão” e “motivo”.

Exemplos:

Por que as pessoas escrevem errado?

Ela contou por que estava magoada.

Por quê

É usado nos finais das frases.

Exemplos:

Ela me abandonou, por quê?

Você sabe muito bem por quê.

Porque

É usado no sentido de explicação ou causa.

Exemplos:

Disse isso porque realmente acredito nela.

Comprei esse carro porque é mais barato.

Porquê

Quando é usado como substantivo e substitui “motivo” ou “razão”.

Exemplos:

Não sabemos o porquê de ela ter agido assim.

É uma menina cheia de porquês.

____________________________________________

Por que tantos por quês? Porque a grafia de nossa língua é muito diversificada! Para compreendermos o porquê de cada forma e o seu respectivo emprego, basta estudarmos com bastante atenção!

Fontes: Info Escola e Educação Uol.

Comente com seu Faceboook:


sobre Altair Fonseca

Publicitário, funcionário público, ilustrador e blogueiro. Altair é apaixonado por quadrinhos, artes, curiosidades e tudo de bom que pode ser apreciado. Acredita que conhecimento, troca de informações e experiências podem ajudar a construir um mundo melhor.